03:01 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Forças leais ao presidente sírio Bashar Assad disparando contra terroristas do Daesh a sul da cidade de Al-Bab na província de Aleppo na Síria (foto de arquivo)

    Oposição síria pode se juntar às forças governamentais para combater Daesh

    © AFP 2019 / GEORGE OURFALIAN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5131
    Nos siga no

    Proposta será discutida com negociadores da Síria, Rússia e Turquia; opositores também caminham para retirar o Jaysh al-Islam dos subúrbios da capital, Damasco.

    A delegação da oposição síria está planejando discutir nas negociações de Astana, a possibilidade de formar unidades conjuntas com o exército sírio, liderado por conselheiros militares russos e turcos, para combater os terroristas do Daesh (conhecido como Estado Islâmico, proibido na Rússia e em vários outros países), disse uma fonte da oposição síria a Sputnik.

    "Uma das questões da agenda de discussão é a formação de unidades conjuntas formadas por membros de grupos armados de oposição e soldados do Exército sírio para lutar contra o Daesh. Essas unidades serão lideradas por oficiais russos e turcos", disse a fonte.

    Os opositores também estão dispostos a discutir a retirada do grupo militante Jaysh al-Islam dos subúrbios de Damasco, em troca de passos recíprocos do lado oposto, disse a fonte.

    As negociações em Astana devem começar na próxima semana, a partir de segunda-feira (23).

    Mais:

    O mais importante é saber quem está por trás das negociações sobre Síria em Astana
    ONU participará das negociações sobre Síria em Astana
    Tags:
    Jaysh al-Islam, Estado Islâmico, Daesh, Cazaquistão, Astana, Síria, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar