09:39 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8100
    Nos siga no

    A China vai alocar mais 200 milhões de yuans (cerca de US$ 29,3 milhões) em ajuda humanitária para a Síria, segundo anunciou o presidente chinês, Xi Jinping, nesta quarta-feira (18).

    A ajuda será usada para ajudar os refugiados sírios e todos aqueles que perderam suas casas em conseqüência do conflito interno na Síria, disse Xi na sede da ONU em Genebra, conforme citado pelo Ministério das Relações Exteriores da China.

    No final de dezembro, o embaixador da China na Síria, Qi Qianjin, disse que Pequim planejava continuar a prestar apoio humanitário e político à Síria.

    O embaixador Wu Haitao, representante permanente adjunto da China junto às Nações Unidas, sublinhou no mês passado que a China está convidando a comunidade internacional a buscar a solução política do conflito sírio, bem como a combater o terrorismo e a fornecer ajuda humanitária ao povo sírio.

    As forças do governo sírio vêm lutando contra vários grupos de oposição e terroristas, incluindo o Daesh (autodenominado Estado Islâmico) e a Frente Fatah al-Sham, antigamente conhecida como Frente al-Nusra. A guerra civil síria está em curso desde 2011.

    Mais:

    EUA adotam sanções contra cidadãos e entidades de Rússia, China e Síria por apoio a Assad
    Por que a China aumenta sua influência na Síria?
    China na guerra contra Daesh na Síria?
    Tags:
    conflito, guerra, ajuda humanitária, ONU, Estado Islâmico, Daesh, Xi Jinping, Síria, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar