17:27 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    472
    Nos siga no

    A vida na cidade em Aleppo está se normalizando embora as organizações humanitárias internacionais não tenham providenciado qualquer assistência à cidade desde que esta foi libertada há um mês, comunicou o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, no sábado (14).

    Segundo ele, o fato de a mídia ocidental estar ignorando a assistência causa surpresa.

    "Passou um mês desde a libertação de Aleppo. Porém, as organizações humanitárias internacionais continuam sem prestar ajuda à população civil. Ao mesmo tempo, a vida pacífica na cidade está se recuperando", frisou Konashenkov.

    De acordo com o porta-voz russo, as fontes da mídia do Ocidente têm silenciado o assunto como se fossem comandadas por alguém.

    Em 22 de dezembro as forças do governo sírio assumiram o pleno controle de Aleppo após a saída da cidade da última coluna de militantes.

    A Síria vive desde março de 2011 um conflito armado em que as tropas governamentais enfrentam grupos armados da oposição e de organizações terroristas como o Daesh e a Frente al-Nusra (ambas proibidas na Rússia).

    Mais:

    Das cinzas: governo sírio aprova plano para reconstrução de Aleppo
    Mídia: explosão na província de Aleppo na Síria deixa pelo menos 25 mortos
    Médicos russos tratam civis em Aleppo (VÍDEO)
    Tags:
    população civil, ajuda humanitária, porta-voz, mídia ocidental, Frente al-Nusra, Daesh, Igor Konashenkov, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar