18:35 19 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    090
    Nos siga no

    Se confirmada, denúncia representa violação do acordo de cessar-fogo que vigora no país desde sexta-feira.

    Os helicópteros sírios retomaram o bombardeio do vale do Wadi Barada, no noroeste de Damasco depois de quase 24 horas sem ataques aéreos, disse um oficial rebelde e o grupo de observação do Observatório Sírio de Direitos Humanos. A informação é da Reuters.

    Os rebeldes ameaçaram ontem, abandonar o acordo de cessar-fogo que entrou em vigor na sexta-feira se o governo sírio e seus aliados continuassem a violá-lo. As forças de Assad negam desrespeito ao acordo.

    O Observatório e uma agência de notícias militar dirigida pelo Hezbollah libanês, um aliado de Damasco, disseram que centenas de civis haviam deixado Wadi Barada nas últimas áreas controladas pelo governo próximas.

     

    Mais:

    Vida pacífica na bagagem: trem histórico de Damasco volta a funcionar (VÍDEO)
    Baluarte de onde terroristas bombardeavam Damasco está em ruínas
    Damasco condiciona saída dos rebeldes de Aleppo
    Criança com cinturão explosivo ataca delegacia de polícia em Damasco
    Tags:
    Damasco, Wadi Barada, Bashar Assad, Observatório Sírio de Direitos Humanos, Reuters, Hezbollah
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar