13:57 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Sapadores do exército da Rússia trabalham na parte histórica de Palmira, Síria, 9 de abril de 2016

    Sapadores russos já desminaram 1.000 hectares em Aleppo

    © REUTERS/ Russian Ministry of Defence
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1931101

    Desde o início de dezembro, militares russos do Centro Internacional Antiminas já desativaram explosivos numa região de quase mil hectares em Aleppo Oriental, informou hoje (28) o Centro Russo para Reconciliação na Síria.

    “Desde 5 de dezembro, sapadores russos destinaram um território de 966 hectares. Foram desativados 14.700 artefatos explosivos, dos quais mais de 6.700 de fabricação caseira”, revelou o comunicado.

    De acordo com Centro russo, foram desminados cerca de 350 km de estradas e 2149 edifícios na cidade síria, dos quais 111 de uso social, incluindo 44 escolas, 38 mesquitas, 10 hospitais e policlínicas, duas creches, uma estações de tratamento de água, duas centrais elétricas, entre outros.

    O comunicado destacou que apenas nas últimas 24 horas foram desminados quatro colégios, nove mesquitas e uma creche.

    Em 22 de dezembro, o Exército Sírio declarou que Aleppo foi totalmente libertada da ocupação de grupos rebeldes armados e encontra-se sob controle pleno das forças do governo do país.

    Mais:

    Teerã falou sobre significado estratégico de Aleppo e Palmira
    Opinião: Arábia Saudita, Turquia e Qatar perderam em Aleppo
    Opinião: valas comuns em Aleppo confirmaram que Daesh e a oposição são iguais
    Tags:
    minas, sapadores, Centro Russo para a Reconciliação Síria, Rússia, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik