00:21 17 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Rebeldes do Primeiro Batalhão sob o grupo de oposição Exército Livre da Síria participam de treinamento militar em 10 de junho de 2015, nos arredores de Aleppo.

    Chancelaria russa: venda de armas pelos EUA aos opositores sírios escalará o conflito

    © AFP 2019 / BARAA AL-HALABI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    23162
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em conversa telefônica com o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, afirmou que a liberação da venda de armamentos pelos EUA para tropas da oposição síria, principalmente dos sistemas portáteis de defesa aérea, pode resultar em mais vítimas, informou o comunicado da chancelaria russa.

    "Lavrov reforçou que a liberação da venda de armamentos para tropas antigovernamentais, inclusive de sistemas portáteis de defesa aérea, prevista pela lei dos EUA sobre o orçamento da defesa, assinada por Barack Obama em 23 de dezembro, poderá resultar em escalação das tensões e em novas vítimas", informou o documento.

    Na semana passada, Obama assinou a lei sobre gastos militares, que contempla, entre outros temas, as normas e as condições de fornecimento de sistemas portáteis de defesa aérea para assim denominada oposição síria. Mais cedo, em também em dezembro, o presidente dos EUA revogou as limitações formais para venda de armas, de munições e de equipamentos militares para os aliados de Washington no combate ao terrorismo na Síria.

    Mais:

    Obama autoriza apoio militar a forças estrangeiras e irregulares na Síria
    EUA não querem MANPADS na Síria, apesar de terem liberado fornecimento de armas
    Levantamento das restrições ao fornecimento de armas agravará situação na Síria
    Tags:
    sistemas de defesa aérea, armas, oposição síria, oposição moderada, John Kerry, Sergei Lavrov, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar