19:26 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O encontro entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, em 23 de dezembro de 2016

    Ministro da Defesa russo: libertação de Aleppo contribuirá para cessar-fogo na Síria

    © Sputnik/ Mikhail Klimentyev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    174621

    A operação de retirada dos militantes em Aleppo terminou, permitindo criar condições para o início das negociações sobre a introdução do regime de cessar-fogo em toda a Síria, disse o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, durante encontro com o presidente russo, Vladimir Putin.

    O chefe do Ministério da Defesa da Rússia comunicou ao presidente a libertação plena de Aleppo, sendo que a operação foi realizada em duas etapas.

    "A operação foi conduzida pela vossa coordenada [de Putin] e através de contato próximo com parceiros turcos e iranianos. Em seguida, deve-se passar por mais uma etapa. A meu ver, nós estamos prestes a chegar a um acordo sobre o regime de pleno cessar-fogo no território sírio", frisou o ministro.

    O presidente do país, por sua vez, chamou a libertação de Aleppo de um passo importante para a normalização na Síria e na região em geral, destacando o empenho decisivo dos militares russos nesta operação.

    "Não há duvidas de que esta operação, especialmente durante a sua etapa final, relacionada à assistência humanitária, tenha sido concluída com a participação direta, e até mesmo decisiva e influente, dos nossos militares", sublinhou Putin.

    Os trabalhos para alcançar a reconciliação final na Síria vão continuar com a participação de todas as partes, inclusive as autoridades sírias, iranianas e turcas, afirmou o presidente russo.
    Ele frisou que "é preciso fazer todo o possível para que as hostilidades sejam cessadas em todo o território da Síria".

    O presidente também pediu a Shoigu para transmitir "os mais sinceros votos e agradecimentos pelo trabalho realizado" para os militares russos no território sírio, não se esquecendo de agradecer ao Ministério da Defesa e ao Estado-Maior russos.

    Mais:

    Assad: 'libertação de Aleppo é uma vitória da Rússia e do Irã'
    Últimos militantes deixam Aleppo e governo sírio controla 100% da cidade
    Vida segue em frente em Aleppo libertada mesmo com as marcas dos militantes por toda parte
    Tags:
    ministro, normalização, libertação, cessar-fogo, Guerra Civil Síria, Ministério da Defesa (Rússia), Sergei Shoigu, Vladimir Putin, Aleppo, Turquia, Irã, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik