03:07 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Vacina.

    Depois de três anos, Organização Mundial de Saúde anuncia vacina eficaz contra o ebola

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Oriente Médio e África
    URL curta
    221

    Dose apresentou poucos efeitos colaterais e deve ser aprovada pelos Estados Unidos e pela União Europeia de forma simplificada.

    Cientistas da Organização Mundial de Saúde anunciaram nesta noite que um grande teste de uma vacina experimental contra o Ebola mostrou ser "altamente protetor" contra o vírus, que infectou quase 30 mil pessoas e matou 11 mil no mundo desde 2013.

    Os testes foram conduzidos na Guiné e em Serra Leoa com 11.800 voluntários. Dez dias após a vacinação, nenhum dos indivíduos do testes desenvolveu a doença do vírus Ebola.

    "Embora esses resultados convincentes cheguem tarde demais para aqueles que perderam a vida durante a epidemia de Ebola na África Ocidental, eles mostram que quando o próximo surto de Ebola atingir, não estaremos indefesos", disse Marie-Paule Kieny, diretora assistente da Organização Mundial de Saúde para sistemas de saúde e inovação, e autora principal do estudo. 

    A vacina utilizada no estudo, conhecida como rVSV-ZEBOV e licenciada pela Merck, necessita apenas de uma dose. A Food and Drug Administration dos EUA e a Agência Europeia de Medicamentos vão dar início a uma aprovação regulamentar simplificada. Os pesquisadores agora vão acompanhar o grupo de voluntários por não saber por quanto tempo ela protege o corpo humano do vírus.

    Mais:

    Vacina russa contra vírus ebola passa primeira fase de testes clínicos
    Rússia apresenta oficialmente duas vacinas contra o Ebola
    Putin: Rússia registrou a mais eficiente vacina contra Ebola produzida até o momento
    Tags:
    Ebola, rVSV-ZEBOV, Agência Europeia de Medicamentos, Merck, Food and Drug Administration, Organização Mundial de Saúde, Marie-Paule Kieny, África Ocidental
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik