09:44 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Polícia jordaniana

    Grupo armado toma turistas como reféns em castelo medieval na Jordânia: 7 mortos (VÍDEOS)

    © AFP 2017/ KHALIL MAZRAAWI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3109140

    A polícia cercou o lugar onde atacantes, que mataram 7 pessoas, tomaram vários turistas como reféns. Uma canadense foi confirmada entre as vítimas fatais.

    Sete pessoas, incluindo uma turista canadense, foram mortas neste domingo (18) em uma série de ataques de homens armados contra policiais perto de um local turístico na Jordânia, segundo informou o serviço de segurança do país.

    Pelo menos 29 pessoas ficaram feridas, algumas em estado grave, de acordo com uma fonte da Reuters, que disse que os turistas foram libertados após um ataque das forças de segurança.

    O Serviço de Segurança Geral disse em um comunicado que quatro dos mortos eram policiais, outros dois eram civis jordanianos e o último era uma turista canadense. 

    Quatorze pessoas, incluindo um turista da Malásia, estavam entre os reféns, segundo relata a mídia local.

    O primeiro-ministro Hani Mulqi, que falava no Parlamento no momento dos ataques, explicou que "as forças especiais e policiais cercaram dez homens armados que se entrincheiraram na cidadela de Karak".

    Os ataques, que não foram imediatamente reivindicados por nenhum grupo, aconteceram em Karak, um destino turístico conhecido por seu castelo medieval datado do século XII, situado cerca de 120 quilômetros ao sul da capital Amã.

    ​A Jordânia faz parte da coalizão internacional antiterrorista liderada pelos EUA, que bombardeia o Daesh (autodenominado Estado Islâmico) na Síria e no Iraque desde 2014. O reino conduziu ataques aéreos contra os jihadistas e hospeda em seu território as tropas da coalizão.

    Em junho, um ataque suicida reivindicado pelo Daesh custou a vida de sete guardas de fronteira jordanianos, perto da fronteira com a Síria.

    Mais:

    Rei da Jordânia: é impossível resolver a crise na Síria sem participação da Rússia
    Exército sírio elimina terroristas da al-Nusra na fronteira com a Jordânia
    Sobe para 3 o número de militares dos EUA mortos na Jordânia - mídia
    Tags:
    castelo, turistas, reféns, Karak, Jordânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik