03:39 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Os habitantes de Aleppo após a evacuação dos militantes e seus familiares da parte oriental da cidade

    Evacuação em Aleppo conseguiu separar verdadeiramente rebeldes 'moderados' dos terroristas

    © Sputnik/ Mikhail Alaeddyn
    Oriente Médio e África
    URL curta
    225844582

    O Ministério da Defesa da Rússia comunicou que a evacuação de militantes, efetuada em conjunto com o Exército Sírio, conseguiu separar verdadeiramente a “oposição moderada” dos terroristas, algo que campanha norte-americana nunca foi capaz de fazer.

    A operação mostra que é importante ter a vontade de chegar a um acordo com todas as partes em conflito no terreno a fim de alcançar a reconciliação na Síria, frisou o Ministério.

    Por volta de 10 mil pessoas foram salvas na sequência da operação de retirada de militantes de Aleppo, adiantou.

    "A operação conduzida pelo Centro russo para a Reconciliação na Síria, destinada à evacuação dos militantes e suas famílias de Aleppo, é única, já que esta operação salvou a vida de cerca de 10 mil sírios. A operação deu a oportunidade de impor o regime de cessar fogo não só em Aleppo, mas também em outras regiões sírias", afirmou o major-general Igor Konashenkov.

    O representante oficial do Ministério da Defesa russo também ressaltou que "foi, em primeiro lugar, graças aos esforços dos militares russos do Centro para a Reconciliação na Síria que a verdadeira separação entre os militantes da chamada oposição moderada e os radicais se tornou possível. Durante um ano inteiro, os nossos parceiros norte-americanos achavam que isso era impossível de ser implementado na prática".

    "Todas as tentativas de substituir este difícil processo de negociação com a oposição armada no terreno através de conferências nas capitais do Ocidente, com os representantes do Alto Comitê para Negociações ou por meio do envio de alguns ‘observadores' a Aleppo, são inúteis e levam a um beco sem saída. Quanto mais cedo [as autoridades de] Paris, Londres e Washington, que nem sequer conseguem enviar ajuda humanitária para a Síria, o compreendam, mais depressa se estabelecerá a paz [no país]".

    Na sexta-feira (16), o Estado-Maior russo comunicou que cerca de 4.500 militantes que operavam em Aleppo oriental eram islamistas radicais e que a maioria deles já foi evacuada.

    Mais:

    EUA apoiam resolução da ONU sobre envio de observadores a Aleppo
    'Informações sobre crimes do exército sírio em Aleppo são falsificações fabricadas'
    John Kerry reconhece evacuação bem sucedida e cessar-fogo consolidado em Aleppo
    Tags:
    cessar-fogo, evacuação, Guerra Civil Síria, Ministério da Defesa (Rússia), Exército Árabe Sírio, Daesh, Igor Konashenkov, Rússia, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik