10:25 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov

    Lavrov: especialistas independentes não confirmam dados sobre atrocidades em Aleppo

    © Sputnik / Sergei Kuznetsov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Crônicas de Aleppo libertada (64)
    151
    Nos siga no

    As organizações humanitárias não confirmam os dados sobre atrocidades em Aleppo oriental, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Rússia.

    "Tenho informações em primeira mão de organizações humanitárias independentes que, apesar de tudo, têm seus representantes em Aleppo oriental. Nenhuma delas confirma as afirmações sobre as alegadas atrocidades, sobre o sequestro de homens em idade militar, que teriam sido levados de Aleppo oriental", disse o ministro na quarta-feira (14).

    Anteriormente, o Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (EACDH) comunicou que, segundo uma informação “de confiança” de que dispunha, o exército do governo sírio teria morto mais de 82 pessoas durante a libertação de Aleppo, incluindo 11 mulheres e 13 crianças. Além disso, o Escritório afirmava que os corpos estão espalhados pelas ruas da cidade já que os parentes não podem os retirar temendo os combates intensos.

    Tema:
    Crônicas de Aleppo libertada (64)

    Mais:

    Quase 6 mil civis são retirados em um dia das áreas de Aleppo controladas por terroristas
    Ataque terrorista a Palmira visava 'minar a vitória de Aleppo', diz presidente
    Fonte na Síria revela plano de retirada dos terroristas e seus familiares de Aleppo
    Governo de Aleppo: combates cessaram a partir da noite de terça
    Tags:
    Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Sergei Lavrov, Síria, Leste de Aleppo, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar