09:09 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Outdoor com a imagem do atual presidente de Gâmbia, Yahya Jammeh, em Banjul

    Tropas tomam as ruas da capital de Gâmbia após presidente rejeitar derrota na eleição

    © AP Photo / AP/FOTOLINK
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3202

    Militares tomaram as ruas de Banjul, capital de Gâmbia, após o presidente do país, Yahya Jammeh, rejeitar o resultado da eleição que o tiraria do cargo após 22 anos de poder.

    O presidente eleito Adama Barrow afirmou ter o apoio das Forças Armadas. Vencedor do pleito realizado no último dia 1, ele disse à AFP que o próprio ministro da Defesa ligou para ele para dizer que seria leal ao novo chefe de Estado da mesma forma que foi ao atual.

    "Ele disse que a segurança da nação é garantida pelas Forças Armadas. Ele disse que foi leal ao presidente Yahya porque ele havia sido eleito, e agora que eu fui eleito para o cargo pelo povo de Gâmbia, ele vai me apoiar", declarou Barrow. 

    De acordo com o presidente eleito, citado pelo Channel 4, "o atual presidente não tem autoridade constitucional para rejeitar o resultado da eleição e ordenar que um novo pleito seja realizado". 

    Mais:

    Ex-chefe da ONU é contra abandono do Tribunal Penal Internacional pelos países da África
    Tags:
    Channel 4, AFP, Yahya Jammeh, Adama Barrow, Banjul, Gâmbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar