14:19 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0161
    Nos siga no

    Exército sírio, apoiado por milícias locais, está forçando os militantes para fora dos bairros restantes do sul de Aleppo, disse uma fonte bem informada à RIA Novosti na quinta-feira (8).

    De acordo com relatos da mídia, o exército sírio controla agora mais de 80% da cidade.

    "Depois de uma série de poderosos ataques de artilharia contra postos de comando e posições de tiro do inimigo, o exército começou o assalto a Kalyasa e Sukkari [bairros]. Ao mesmo tempo, ele expulsou a maioria dos radicais de Sheikh Said, atacando a partir do flanco sul", disse a fonte.

    Nos últimos meses, Aleppo tem sido o campo de batalha mais importante na Síria, envolvendo forças governamentais, jihadistas e numerosos grupos de oposição. Aleppo Oriental está atualmente cercada por forças governamentais, e os combates afetaram milhares de civis ainda presos na cidade. Os cessar-fogos mediados internacionalmente falharam porque os militantes continuaram os ataques e a oposição não conseguiu expulsar os terroristas da cidade.

    Forças pró-governamentais estabelecem um posto militar no bairro de Sakan al-Shababi, em Aleppo oriental, após o terem reconquistado aos rebeldes, em 2 de dezembro de 2016
    © AFP 2021 / GEORGE OURFALIAN
    Forças pró-governamentais estabelecem um posto militar no bairro de Sakan al-Shababi, em Aleppo oriental, após o terem reconquistado aos rebeldes, em 2 de dezembro de 2016

    Mais:

    Putin condecora com a ordem de bravura os médicos e militares feridos e mortos na Síria
    Kremlin: ameaças de novas sanções 'absurdas' contra Rússia devido à Síria são infundadas
    ONU pede mais pressão sobre grupos em conflito na Síria
    Em rara admissão, Israel assume responsabilidade por ataques na Síria
    Tags:
    Síria, Aleppo, RIA Novosti, Guerra Civil Síria, exército, militantes, forças
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar