14:44 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    As tropas pró-governos sírias mantêm uma posição no bairro de Karm al-Jabal, no leste de Aleppo.

    Exército sírio apoiado pela milícia libera restantes bairros do sul de Aleppo

    © AFP 2018 / George Ourfalian
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8161

    Exército sírio, apoiado por milícias locais, está forçando os militantes para fora dos bairros restantes do sul de Aleppo, disse uma fonte bem informada à RIA Novosti na quinta-feira (8).

    De acordo com relatos da mídia, o exército sírio controla agora mais de 80% da cidade.

    "Depois de uma série de poderosos ataques de artilharia contra postos de comando e posições de tiro do inimigo, o exército começou o assalto a Kalyasa e Sukkari [bairros]. Ao mesmo tempo, ele expulsou a maioria dos radicais de Sheikh Said, atacando a partir do flanco sul", disse a fonte.

    Nos últimos meses, Aleppo tem sido o campo de batalha mais importante na Síria, envolvendo forças governamentais, jihadistas e numerosos grupos de oposição. Aleppo Oriental está atualmente cercada por forças governamentais, e os combates afetaram milhares de civis ainda presos na cidade. Os cessar-fogos mediados internacionalmente falharam porque os militantes continuaram os ataques e a oposição não conseguiu expulsar os terroristas da cidade.

    Forças pró-governamentais estabelecem um posto militar no bairro de Sakan al-Shababi, em Aleppo oriental, após o terem reconquistado aos rebeldes, em 2 de dezembro de 2016
    © AFP 2018 / GEORGE OURFALIAN
    Forças pró-governamentais estabelecem um posto militar no bairro de Sakan al-Shababi, em Aleppo oriental, após o terem reconquistado aos rebeldes, em 2 de dezembro de 2016

    Mais:

    Putin condecora com a ordem de bravura os médicos e militares feridos e mortos na Síria
    Kremlin: ameaças de novas sanções 'absurdas' contra Rússia devido à Síria são infundadas
    ONU pede mais pressão sobre grupos em conflito na Síria
    Em rara admissão, Israel assume responsabilidade por ataques na Síria
    Tags:
    forças, militantes, exército, Guerra Civil Síria, RIA Novosti, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik