21:19 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    410
    Nos siga no

    A prorrogação de sanções contra o Irã por parte de EUA causará o receio da comunidade internacional em relação a Washington, afirmou o ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif.

    Anteriormente, foi revelado que o presidente americano, Barack Obama, tenciona assinar a lei que prolonga as sanções contra o Irã por mais dez anos.

    "Se o presidente dos EUA prolongar as sanções, estas não terão um efeito prático, mas, do ponto de vista da comunidade internacional, mostrarão a insegurança do governo norte-americano, que atua de forma contrária aos seus compromissos ", disse Zarif, citado pela agência ISNA.

    Além disso, Zarif acrescentou que as sanções não vão afetar as relações do Irã com outros países.

    O projeto da lei foi adotado em 1996 e visou conter a indústria nuclear de Teerã, para evitar a criação pelo país de armas nucleares. O prazo da lei expira em dezembro de 2016. Apesar dos acordos com o Irã, o Congresso e presidente dos EUA querem deixar a lei em vigor para que possam voltar a impor sanções caso Washington decida que Irã viola o acordo.

    Mais:

    Por que sanções contra Coreia do Norte não fazem tanto sentido como contra Irã?
    Aiatolá ameaça Trump: Irã vai retaliar EUA se acordo nuclear for quebrado
    Irã comenta a conduta 'pouco profissional' de militares dos EUA no golfo Pérsico
    Chefe da CIA aconselha Trump a não confiar na Rússia e preservar acordo nuclear com Irã
    Tags:
    acordo nuclear, sanções, Barack Obama, Mohammad Javad Zarif, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar