02:09 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Caminho no bairro Bustan al-Qasr, Aleppo, Síria, 20 de outubro de 2016

    Jihadistas usam armas químicas em ataque aéreo na Síria

    © REUTERS/ Abdalrhman Ismail
    Oriente Médio e África
    URL curta
    677611

    O grupo terrorista Daesh (organização proibida na Rússia e em muitos outros países) usou armas químicas ao atacar o grupo de oposição Exército Livre da Síria, na cidade Khaliliye, localizada no norte da Síria.

    A informação foi divulgada pela agência Anadolu que se referiu ao Estado-Maior das Forças Armadas da Turquia.

    22 combatentes das unidades do Exército Livre da Síria sofreram intoxicação, há índicos de que os projetis continham gases tóxicos.

    No comunicado, também foi frisado que a Força Aérea da Turquia realizou o ataque aéreo no âmbito da operação Escudo do Eufrates no norte da Síria, resultando na liquidação de 4 postos de terroristas.

    Anteriormente, os peritos do ministério da Defesa da Rússia revelaram provas sobre o uso de armas químicas de cloro e fósforo branco na cidade de Aleppo.

    A Organização de Proibição de Armas Químicas ainda não se juntou aos especialistas russos na Síria para investigar o caso, apesar da Rússia ter convidado e prestado prontidão de trabalho conjunto à respectiva.

    Mais:

    Em Aleppo, rebeldes combatem entre si: radicais impedem outros militantes de fugir
    Defesa da Rússia: Pausas humanitárias em Aleppo são sabotadas pela ONU
    Exército sírio consegue libertar quase todo o baluarte dos militantes em Aleppo
    Tags:
    armas químicas, ataque aéreo, Exército Livre da Síria, Daesh, Turquia, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik