10:07 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Soldado reza sobre cova coletiva no Iraque

    Vala com mais de 200 corpos é descoberta perto de Mossul

    © AP Photo/ Khalid Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Ofensiva de Mossul (96)
    0 88605

    As autoridades iraquianas anunciaram nesta segunda-feira, 21, a descoberta de uma cova coletiva com mais de 200 corpos nos arredores de Mossul, a capital do grupo terrorista Daesh no país.

    Em 2014, militantes da organização realizaram uma série de execuções em massa, de agentes de segurança, minorias étnicas e religiosas depois de capturara a cidade. Desde o início da ofensiva para retomar Mossul, no mês passado, muitas outras atrocidades foram relatadas na região. 

    Com as tropas do exército seguindo em direção à cidade, as evidências dos crimes cometidos pelos jihadistas ficam cada vez mais numerosas. Entre essas evidências, estão as valas comuns, acumulando dezenas ou centenas de vítimas decapitadas. 

    De acordo com a Sky Press, a cova revelada ontem, em Hammam Al-alil, graças ao apoio de cães, possui ao menos 200 corpos. Os investigadores ainda não sabem se são de civis ou de membros da polícia executados pelos extremistas. 

    Tema:
    Ofensiva de Mossul (96)

    Mais:

    Tropas irregulares do Iraque cortam o apoio do Daesh em Mossul
    Milícia xiita prepara ofensiva contra base de reforço do Daesh no Iraque
    Curdos lançam ofensiva para retomar cidade de Bashiqa, no norte do Iraque
    Tags:
    terrorismo, jihad, vala comum, cova, Daesh, Hammam al-Alil, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik