00:18 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10221
    Nos siga no

    Os protestos civis contra os terroristas que controlam Aleppo estão se intensificando nos distritos orientais da cidade síria, segundo informou nesta quarta-feira (16) o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov.

    Até agora nesta semana, foram registradas 11 manifestações em Aleppo. Nas últimas 24 horas, cerca de 1.500 civis foram às ruas em quatro distritos do leste da cidade. Todos os protestos foram violentamente reprimidos pelos terroristas.

    Apenas em uma demonstração popular na terça-feira (15), 27 pessoas foram mortas a tiros pelos rebeldes ditos "moderados" e centenas ficaram feridas.

    ​Os manifestantes exigem do chamado "Conselho local” que os terroristas parem de saquear os armazéns de alimentos, abandonem a cidade e deixem a população civil se dirigir para áreas mais seguras no país, explicou Konashenkov. 

    Alguns grupos de civis também tentaram se apossar de um armazém de alimentos controlado por terroristas.

    ​De acordo com informações recebidas dos habitantes locais, os terroristas realizam diariamente operações de punição, executando civis e combatentes que abandonam os combates. Os terroristas também não permitem que os civis saiam da cidade pelos corredores humanitários e instalam minas em plena rua, as quais explodem todo dia contra os próprios vizinhos.

    ​O porta-voz do Ministério da Defesa sublinhou que os aviões da Força Aeroespacial Russa estão há 29 dias sem atacar Aleppo. Além disso, segundo Konashenkov, os militares russos entregaram em nove bairros da cidade 17 toneladas de ajuda humanitária durante a semana passada.


    Mais:

    Exército sírio realiza ofensiva em Aleppo, terroristas sofrem perdas
    Defesa russa explica por que acusações sobre hospitais atacados em Aleppo são falsas
    Sergei Lavrov e John Kerry discutem ação em Aleppo
    Militares sírios sofrem ataque químico em Aleppo
    Tags:
    ajuda humanitária, ataques aéreos, minas, civis, corredores humanitários, execuções, alimentos, rebeldes moderados, terroristas, manifestações, protestos, Ministério da Defesa, Igor Konashenkov, Leste de Aleppo, Rússia, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar