00:46 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3120
    Nos siga no

    Presidente sírio disse, porém, que ainda não sabe se o republicano será capaz de cumprir as promessas de campanha.

    Donald Trump será "um aliado natural" se cumprir as promessas de lutar contra terroristas na Síria, disse o presidente do país, Bashar Assad durante entrevista à rede de televisão portuguesa RTP. Falando em inglês, Bashar disse que está "cauteloso" quanto a força que americanos enviarão para combater o Daesh (autodenominado Estado Islâmico, organização proibida na Rússia e em muitos outros países).

    "Nós não podemos dizer nada sobre o que ele vai fazer, mas se ele vai lutar contra os terroristas, é claro que vamos ser aliados, naturalmente aliados da mesma forma com os russos, com o iranianos, com muitos outros países", disse o mandatário sírio.

    Em entrevista na semana passada a The Wall Street Journal, o presidente-eleito Donald Trump disse que "tem muitas opiniões opostas às de muitas pessoas sobre a Síria". O republicano também declarou que entende que "atacar Assad implica terminar lutando com a Rússia", aliada do regime sírio.

    Mais:

    Ministério da Defesa russo diz que retórica americana sobre Síria 'se baseia em mentiras'
    Premiê turco: oposição síria avança em direção à cidade de Al-Bab
    Ministro da Defesa russo: fragata Admiral Grigorovich lançou mísseis contra alvos na Síria
    Obama: ‘operação militar na Síria é impossível’
    Rússia entrega uma tonelada de ajuda humanitária para a população síria
    Tags:
    RTP, Daesh, The Wall Street Journal, Donald Trump, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar