20:59 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17622
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa russo emitiu no domingo (6) uma declaração dizendo que Moscou nunca recebeu dos EUA mapas ou coordenadas sobre qualquer organização terrorista na Síria.

    "Durante todo este tempo, os EUA nunca cumpriram os compromissos que tinham assumido dentro dos acordos entre os EUA e a Rússia", disse o general russo Igor Konashenkov. "A Rússia não recebeu mapas, coordenadas das instalações ou qualquer outra informação sobre qualquer organização terrorista na Síria, do Daesh à al-Nusra."

    Comentando a declaração do porta-voz do Departamento de Estado norte-americano John Kirby sobre a pausa humanitária na Síria, o major-general Igor Konashenkov disse que isso ressalta a diferença de entendimento entre a Rússia e os EUA relativamente à utilidade da pausa.

    John Kirby disse na sexta-feira (4) que os EUA consideram que os civis em Aleppo não beneficiam da pausa humanitária introduzida pela Rússia.

    "Essas declarações mostram que nós e o Departamento de Estado temos um entendimento diferente da 'utilidade' das pausas humanitárias", disse o general Igor Konashenkov. 

    Ele sublinhou que para a Rússia as pausas humanitárias são antes de mais uma possibilidade de entregar ajuda às pessoas.

    "Ao longo de toda a operação antiterrorista na Síria, nós estamos prestando uma atenção especial à reconciliação entre as partes em guerra e à entrega de ajuda humanitária aos sírios", disse Konashenkov.

    "Só nos últimos meses, a Rússia entregou mais de 100 toneladas de produtos indispensáveis a Aleppo — alimentos, remédios e bens de primeira necessidade. Tudo isso era entregue aos civis de Aleppo sem limites, tanto na parte ocidental como oriental. Por sua vez, o Departamento de Estado não entregou uma única migalha de pão aos sírios com quem supostamente se preocupa tanto", destacou o representante do Ministério de Defesa russo.

    Nesta sexta-feira (4), em Aleppo está em vigor uma pausa humanitária. Estão funcionando seis corredores para a saída de civis da cidade e dois — para a saída de militantes.

    Mais:

    Corredor humanitário em Aleppo foi atacado - Ministério da Defesa da Rússia
    Braços plásticos contra campanha na Síria bloqueiam portão da embaixada russa (VÍDEO)
    Helicóptero russo é atacado com morteiros na Síria
    Tags:
    pausa humanitária, Igor Konashenkov, Aleppo, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar