13:47 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Danos em Aleppo, na Síria

    Estado-Maior russo: na última semana radicais mataram 127 civis em Aleppo

    © REUTERS/ Abdalrhman Ismail
    Oriente Médio e África
    URL curta
    678131

    O Estado-Maior russo declarou hoje (3) que os extremistas continuam bombardeando a parte ocidental de Aleppo. A situação na cidade permanece a mais complicada de todo o país.

    "Durante última semana foram registrados 64 ataques que resultaram na morte de 127 civis, 254 ficaram feridos" se diz no comunicado.

    A chefia militar russa frisou que os radicais aproveitam a moratória acordada entre a Rússia e a Síria para intensificar suas ações militares.

    De acordo com Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior do Exército russo, os radicais atacaram as áreas do parque de diversões, a fábrica de cartão e o povoado e Minyan.

    "Todos os ataques foram repelidos, os extremistas sofreram danos significativos, foram destruídas 21 tanques, 10 veículos de transporte de infantaria, 6 lançadores múltiplos de foguetes, 14 morteiros, 80 carros equipados com metralhadoras, bem como 12 carros dirigidos por homens-bombas", disse Rudskoy.

    Foi também destacado que agrupamento Nureddin al-Zinki, que o Ocidente considera como 'moderado' declarou que os seus militantes não pretendem deixar a cidade de Aleppo. O Estado-Maior russo frisa que tal decisão não foi algo inesperado para a Rússia.

    Mais:

    Exército Livre da Síria denuncia ataques do Daesh nos arredores de Aleppo
    Rússia: terroristas sofrem pesadas baixas em Aleppo e já não podem escapar
    Aleppo e Mossul: história das duas cidades tomadas por terroristas
    Tags:
    vítimas, ataques, extremistas, Estado-Maior, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik