06:12 16 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1481
    Nos siga no

    Todas as tentativas dos militantes em furar o bloqueio da cidade síria de Aleppo foram infrutíferas, os terroristas sofreram baixas pesadas, disse o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Rússia, general de exército Valery Gerasimov.

     

    "Todas as tentativas de militantes para romper o cerco da cidade síria de Aleppo têm sido infrutíferas, os terroristas sofreram baixas pesadas em recursos humanos, armamento e equipamento militar. Eles não têm qualquer capacidade para escapar da cidade", disse Gerasimov.

    Gerasimov também disse que, considerando a incapacidade dos EUA em separar os terroristas da oposição, o Ministério da Defesa russo apela diretamente aos líderes de grupos armados para abandonarem a cidade.

    "Vendo a incapacidade dos nossos colegas americanos para separar os terroristas da oposição, nos dirigimos diretamente a todos os líderes dos grupos armados para cessarem todas as hostilidades e se retirem de Aleppo com as suas armas. Para isso foram abertos dois corredores, que serão desimpedidos de todas as tropas e material do governo", disse Gerasimov.

    De acordo com ele, um corredor está aberto para prosseguirem até à fronteira sírio-turca, o segundo – para Idlib. Ele também adicionou que os outros seis corredores se destinam à saída de civis e para a evacuação de doentes e feridos.

    O Centro para a Reconciliação na Síria russo e as tropas governamentais irão assegurar a saída de Aleppo dos grupos armados e dos civis, disse o Chefe do Estado-Maior.

     

    Mais:

    Síria garantirá segurança de pessoas armadas saindo de Aleppo
    Ministério da Defesa russo: Rússia e Síria cessam ataques aéreos em Aleppo
    Tags:
    Rússia, EUA, Síria, Valery Gerasimov, Forças Armadas da Rússia, centro russo para reconciliação na Síria, Guerra Civil Síria, terrorismo, oposição, terroristas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar