15:51 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Veículo blindado da MINUSCA durante patrulha pelas ruas de Bangui, capital da República Centro-Africana

    Violência generalizada provoca dezenas de mortes na República Centro-Africana

    © AFP 2017/ EDOUARD DROPSY
    Oriente Médio e África
    URL curta
    132

    Pelo menos 25 pessoas morreram na República Centro-Africana em decorrência da onda de violência dos últimos dois dias, segundo informaram representantes das forças de paz das Nações Unidas no país.

    De acordo com comunicado da MINUSCA, confrontos entre milícias rivais atingiram principalmente o entorno da cidade de Bambari nas últimas 48 horas. Entre os mortos, há combatentes rebeldes, policiais e civis. 

    "Seis gendarmes e quatro civis perderam suas vidas na manhã da última sexta-feira em uma emboscada na estrada de Bambari-Grimari", disse a missão da ONU. "No dia anterior, confrontos entre elementos das milícias antibalaka e ex-Seleka causaram 15 mortes e grande número de feridos".

    Em outro incidente, na última quinta-feira, uma criança de sete anos acabou ferida em um ataque contra a MINUSCA perto do aeroporto de Bambari.

    A República Centro-Africana se encontra em um estado de caos desde 2013, quando o presidente cristão François Bozizé foi retirado do cargo por rebeldes do movimento Seleka, de orientação muçulmana.

    Mais:

    República Centro-Africana registra 17º caso de abuso sexual envolvendo funcionários da ONU
    Espanha anuncia o envio de militares à República Centro-Africana
    Tags:
    ONU, MINUSCA, François Bozizé, Bambari, República Centro-Africana
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik