18:23 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6421
    Nos siga no

    O porta-voz oficial do Kremlin, Dmitry Pskov, declarou hoje (28) que a Rússia reserva para si o direito de usar todos os meios para apoiar o Exército da Síria contra os terroristas em Aleppo.

    Peskov destacou que, “em caso de necessidade urgente e para impedir provocações de grupos terroristas, a Rússia reserva para si o direito de usar todas as forças e os meios à sua disposição para apoiar devidamente a Forças Armadas da República Árabe da Síria”.

    Mais cedo, o diretor-geral de Operações do Estado-Maior da Rússia, tenente-general Sergei Rudskoy, disse que militares solicitaram ao presidente russo Vladimir Putin a permissão para retomar os ataques aéreos contra os terroristas, depois de ter revelado um grande número de vítimas civis em ataques de extremistas nesta sexta-feira.

    No domingo (23), ao fim de uma pausa humanitária de três dias, as tropas governamentais sírias retomaram sua ofensiva no sul de Aleppo. Durante a pausa, no entanto, os terroristas se recusaram a sair da cidade e proibiram os civis de fazê-lo.

    A pausa humanitária em Aleppo entrou em vigor em 20 de outubro. Para a saída da cidade foram criados oito corredores — seis para civis e dois para militantes.

    Tags:
    direito, apoio, Dmitry Peskov, Aleppo, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar