00:27 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    24315
    Nos siga no

    O tenente-general da Força Aérea dos EUA Jeffrey Harrigian disse que os aviões russo e estadunidense se aproximaram a uma distância perigosa no céu da Síria em 17 de outubro, informou a AFP.

    Harrigian declarou que em 17 de outubro o avião militar russo passou a uma distância perigosamente próxima do avião norte-americano no leste da Síria. Militares norte-americanos pressupõem que o avião russo escoltava um avião maior de reconhecimento e realizou uma manobra perto do avião norte-americano.

    O Pentágono afirmou que a aproximação não foi intencional.

    "Os aviões se encontravam a uma distância de cerca de meia milha (800 metros). O avião russo passou pela frente do avião da coalizão", esclareceu no briefing o representante oficial do Estado-Maior da coalizão, John Dorrian.

    Segundo ele, os aviões estabeleceram contato um com o outro, e no dia seguinte ambas as partes esclareceram o incidente.

    A Rússia lançou uma operação aérea contra as posições terroristas na Síria, em 30 de setembro de 2015, a pedido do presidente sírio Bashar Assad. Desde essa altura e até março de 2016, a aviação russa realizou mais de 9 mil missões contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia), apoiando Damasco em ofensivas em regiões-chave do país.

    Desde 2014 que os EUA e seus aliados da coalizão internacional estão realizando sua operação na Síria e no Iraque. Apesar de os EUA e a Rússia terem suspendido a cooperação bilateral na Síria, os dois países continuam realizando atividades para prevenir acidentes aéreos.

    Mais:

    Experiência na Síria permitiu melhorar sistema de defesa de helicópteros russos
    'Rússia deve ser inflexível para evitar uma catástrofe na Síria'
    Assad estende prazo de anistia para militantes que se renderem na Síria
    Tags:
    incidente, aproximação, aviação, aviões, Rússia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar