21:35 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Tanques do exército da Turquia perto da fronteira síria

    Chanceler da Turquia: ataques das forças sírias não vão interromper operação turca

    © AFP 2017/ BULENT KILIC
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Operação militar turca na Síria (51)
    6194185

    Os ataques das forças do governo sírio contra as posições do Exército Livre da Síria não vão impedir a operação da Força Aérea turca Escudo do Eufrates, realizada no norte da Síria, declarou o chanceler turco Mevlut Cavusoglu na quarta-feira (26).

    Anteriormente, o Quartel-General da Turquia comunicou que um helicóptero da Força Aérea síria realizou ataques aéreos contra o Exército Livre da Síria, apoiado por Ancara, a sudeste da cidade de Mari. Desde o início da operação é a primeira vez que isso acontece.

    "Os ataques das forças do regime não interromperão a nossa luta contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia). A operação Escudo do Eufrates continuará até que Al-Bab seja tomado, em prol da criação de zona de segurança necessária para retorno de refugiados", anunciou Cavusoglu durante uma coletiva de imprensa em Ancara.

    Em 24 de agosto, as forças turcas, apoiadas por aeronaves da coalizão liderada pelos Estados Unidos, iniciaram uma operação militar apelidada de Escudo do Eufrates. A operação visa libertar o território de terroristas e criar uma zona de segurança para acolher os refugiados. Ancara considera o PYD e seu braço militar YPG (Unidades de Proteção Popular), que operam na Síria, como uma filial do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) proibido na Turquia.

    Tema:
    Operação militar turca na Síria (51)

    Mais:

    Erdogan: 'Mossul pertence à Turquia historicamente'
    Tags:
    Escudo do Eufrates, zona de segurança, operação militar, refugiados, Unidades de Proteção Popular (YPG), Partido da União Democrática (PYD), Daesh, Força Aérea, Mevlut Cavusoglu, Curdistão, Al-Bab, Ancara, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik