21:50 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    809
    Nos siga no

    O porta-voz oficial do Departamento de Estados dos EUA, John Kirby, declarou hoje (21) que os EUA estão “profundamente preocupados” com as informação de que combatentes estariam impedindo civis de deixar a cidade síria de Aleppo através de corredores humanitários.

    “Eu vi essas informações. Se elas são verdadeiras, então isso desperta a nossa profunda preocupação” – disse Kirby em entrevista coletiva. Ele lembrou que a urgência de ajudar as pessoas a deixar a cidade foi justamente “uma das razões para o estabelecimento da pausa humanitária”.

    Kirby comentou ainda a informação de que grupos da oposição síria estariam impedindo missões humanitárias de entregar ajuda em Aleppo. “Não posso afirmar que isso não acontece. Sem dúvida, se isso for verdade, é preocupante” – disse.

    Nas palavras do porta-voz, essas informações estão sendo analisadas pelos EUA e seus aliados para investigar se a oposição síria estaria mesmo ligada a essas ações.

    Ontem (20), o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, destacou em conversa telefônica com seu colega de pasta americano, John Kerry, que a difícil situação da pausa humanitária em Aleppo evidencia mais do que nunca a necessidade de os EUA cumprirem sua promessa de separar a chamada oposição “moderada” dos terroristas na Síria.

    Mais:

    Mais de 1.200 terroristas, inclusive homens-bomba, preparam-se para atacar Aleppo
    Rússia prorroga pausa humanitária em Aleppo por mais 24 horas
    Pausa em Aleppo: 'Rússia e EUA negociam áreas de influência no Oriente Médio'
    Tags:
    oposição, pausa humanitária, John Kirby, Síria, Aleppo, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar