03:59 19 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Operação em Mossul. 21.10.2016

    'Coalizão dos EUA pretende empurrar Daesh de Mossul para a Síria'

    © Sputnik / Hikmet Durgun
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12151

    A coalizão liderada pelos Estados Unidos destrói sistematicamente as infraestruturas na Síria e realiza ataques aéreos contra civis e o exército sírio, disse o representante russo na sede da ONU em Genebra, Alexei Borodavkin, na sexta-feira (21).

    "Enquanto a histeria está se desenvolvendo em torno de Aleppo, a coalizão liderada pelos Estados Unidos tem sistematicamente destruído a infraestrutura em áreas controladas pelo governo, lança ataques destrutivos contra civis e o exército sírio e agora parece ter a intenção de empurrar os terroristas do Daesh de Mossul para a Síria", disse o enviado.

    O governo iraquiano anunciou uma operação para retomar Mossul ao Daesh, um grupo banido na Rússia, na segunda-feira (17) e tem vindo a alcançar ganhos rápidos em várias frentes. A coalizão liderada pelos Estados Unidos apoia a ofensiva. 

    O exército sírio afirmou na terça-feira que os EUA e a Arábia Saudita decidiram deixar passar terroristas do Daesh de Mossul para a Síria. 

    Borodavkin acrescentou que "certos países continuam a apostar em terroristas e extremistas, a dar-lhes apoio político e informacional, fornecendo-lhes armas e munições." 

    Em setembro, a coalizão liderada pelos Estados Unidos atacou o exército sírio em Deir ez-Zor. O Ministério da Defesa russo confirmou os ataques. O Comando Central dos EUA disse que as forças sírias Daesh foram confundidas com terroristas. O ataque matou mais de 80 soldados.

    Mais:

    Iraque pode enfrentar mais confrontos religiosos depois da liberação de Mossul
    Vitória sobre Daesh em Mossul poderia compensar para os EUA a derrota em Aleppo?
    Moscou alerta para catástrofe humanitária em Mossul
    Tags:
    Daesh, Mossul, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar