14:55 20 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11311
    Nos siga no

    Militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia), estão fazendo bombas com escorpiões vivos, que pretendem lançar contra Mossul em resposta à ofensiva governamental, disse o representante do Partido Democrático do Curdistão na Rússia e na Comunidade dos Países Independentes, Hoshawi Babkr.

    "Eles minam mesmo animais, galinhas. [Treinam] crianças. Reúnem todos os jovens de Mossul e obrigam-nos a combater contra as tropas. Fazem todo o tipo de bombas especiais, colocam dentro delas escorpiões vivos – irão lançá-los sobre as cabeças dos peshmerga e do exército", disse em entrevista à agência russa RIA Novosti.

    "Tal como na Idade Média", acrescentou o representante curdo.

    Em 17 de outubro, o primeiro-ministro iraquiano, Haider Abadi, anunciou o início da operação militar para liberar Mossul do controle do Daesh. Segundo a mídia local, cerca de 30 mil soldados iraquianos e 4 mil efetivos das unidades peshmerga participam da operação, apoiada pela coalizão internacional liderada pelos EUA, que realiza ataques aéreos.

    Mais:

    Vitória sobre Daesh em Mossul poderia compensar para os EUA a derrota em Aleppo?
    Helicópteros russos participam da operação em Mossul
    Bagdá: Ofensiva para libertar Mossul acontece mais rapidamente do que o esperado
    Pentágono acha que Daesh fugiu da cidade iraquiana de Mossul
    Tags:
    ofensiva, bombas, libertação, Daesh, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar