12:36 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Ataque aéreo belga em Hassajek (6)
    018
    Nos siga no

    Os ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA, que alvejam civis ao invés de posições do Daesh (grupo terrorista na Rússia), acontecem muito frequentemente, disse o Ministério da Defesa russo na quarta-feira (19) sobre os ataques belgas contra a vila síria no norte de Aleppo.

    O centro de reconciliação russo na Síria disse, na terça-feira (19), que foi notificado pelos residentes locais da vila síria de Hassajek sobre o ataque que matou seis pessoas e feriu pelo menos quatro. Segundo o seu comunicado, nem a aviação russa, nem a síria realizou missões na área enquanto o sistema de tráfego aéreo detectou dois caças F-16 da Força Aérea belga no momento do ataque.

    "A Rússia possui meios eficientes de defesa aérea que assegura o monitoramento da situação aérea durante 24 horas por dia praticamente em todo o território da Síria e fora dos seus limites", disse o representante do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov.

    Konashenkov disse que, infelizmente, os erros cometidos pela coalizão internacional, inclusive os da Bélgica, ocorrem de forma frequente. 

    "É assim que casamentos, funerais, hospitais, delegacias, comboios humanitários e mesmo tropas sírias, que estão lutando contra terroristas do Daesh perto de Deir ez-Zor, tornam-se alvos de ataques aéreos da coalizão", destacou Konashenkov.

    Mais cedo, o ministro da Defesa belga, Steven Vandeput, desmentiu as declarações que o país é responsável pelo ataque contra Hassajek.

    Tema:
    Ataque aéreo belga em Hassajek (6)

    Mais:

    Exército sírio retira suas forças das zonas de evacuação em Aleppo
    Daesh lança uma ofensiva no norte de Aleppo após ataques da coalizão
    Assad: Nossa missão é expulsar terroristas de Aleppo para proteger os civis
    Síria garantirá segurança de pessoas armadas saindo de Aleppo
    Ministério da Defesa russo: Rússia e Síria cessam ataques aéreos em Aleppo
    Tags:
    Rússia, Síria, Bélgica, Daesh, ataques aéreos, coalizão, civis
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar