21:46 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    16220
    Nos siga no

    A declaração russa sobre a demarcação entre os terroristas e a oposição "moderada" em Aleppo, submetida à consideração do Conselho de Segurança da ONU, foi bloqueada, disse o representante permanente russo na ONU, Vitaly Churkin.

    A Rússia propôs uma pausa humanitária em Aleppo e uma demarcação entre terroristas e oposição na Síria, tendo sido esta bloqueada pelo órgão principal da Organização.

    O projeto desta declaração foi divulgado mais cedo.

    "Alguns dos nossos amigos revelaram as suas verdadeiras cores — três membros permanentes do Conselho [de Segurança], a Ucrânia, com certeza, juntou-se [a este grupo]", disse Churkin aos jornalistas. "Bloquearam (o projeto)".

    Na segunda-feira (17), a Rússia anunciou uma pausa humanitária em Aleppo a partir das 08h00 às 16h00 (horário local) em 20 de outubro, parando ataques aéreos para que, assim, os civis consigam abandonar os bairros no leste de Aleppo e comboios humanitários atinjam os que permanecem na região.

    Na terça-feira (18), Vitaly Churkin disse que em Aleppo é possível realizar um cessar-fogo mais prolongado, mas tem de ser acordado de modo multilateral.

    Mais:

    Operação para libertar Mossul ameaça segurança de 1,5 milhão de pessoas – ONU
    DiCaprio pode demitir-se como embaixador da ONU devido a corrupção
    Assad: Nossa missão é expulsar terroristas de Aleppo para proteger os civis
    Síria garantirá segurança de pessoas armadas saindo de Aleppo
    Ministério da Defesa russo: Rússia e Síria cessam ataques aéreos em Aleppo
    Tags:
    declaração, projeto, Conselho de Segurança da ONU, Vitaly Churkin, Síria, Aleppo, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar