11:43 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Registro de venda de petróleo encontrado no apartamento de um dos comandantes do Daesh na Síria em março de 2016

    EUA afirmam ter planos secretos para cortar financiamento do Daesh

    © RT .
    Oriente Médio e África
    URL curta
    119

    A estratégia dos Estados Unidos para sabotar as finanças do grupo terrorista Daesh é baseada em ações diretas no Iraque e também em outras partes do mundo, segundo informou nesta quinta-feira o subsecretário do Tesouro americano para Financiamento Terrorista, Daniel Glaser.

    O funcionário do Tesouro destacou que os EUA continuam trabalhando de perto com autoridades da Turquia, da Jordânia e de outros países da região para garantir que os militantes percam o acesso às suas principais redes financeiras. 

    "Iraque, depois a região e depois o globo. Esse é o plano, um plano secreto (para cortar o financiamento do Daesh). Há muito trabalho a ser feito, muita capacidade a ser desenvolvida", disse Glaser durante discurso no Instituto de Política do Oriente Médio de Washington

    De acordo com o subsecretário, especialistas americanos e iraquianos detectaram mais de 1.900 instituições financeiras envolvidas em algum tipo de transação realizada pelo Daesh, que segue lucrando com a venda de petróleo e gás e com impostos cobrados da população que se encontra em áreas controladas pelos terroristas. 

    "Eles continuarão ganhando esse dinheiro até serem empurrados para fora do território que controlam". 

    Mais:

    Durante operação em Mossul extremistas do Daesh poderão fugir para Síria
    WikiLeaks: Clinton chama Arábia Saudita e Qatar de 'apoiadores financeiros' do Daesh
    Tags:
    finanças, Departamento do Tesouro, Daesh, Daniel Glaser, Turquia, Jordânia, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik