03:15 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bashar al-Jaafari fala na sede das Nações Unidas em Genebra depois do seu encontro com Staffan de Mistura, em 14 de março de 2016

    'EUA desorientam opinião pública em relação à Síria'

    © AFP 2018 / SALVATORE DI NOLFI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5715

    Os EUA, a França e a Grã-Bretanha desorientam a opinião pública tentando mostrar que eles estão tomando medidas para resolver a crise síria, afirmou o representante permanente da Síria na ONU, Bashar Jaafari.

    "Os EUA, a França e a Grã-Bretanha já há seis anos que convocam uma reunião atrás da outra, patrocinam projetos de declarações – declarações do presidente, comunicados de imprensa do Conselho – só para desinformar a opinião pública mostrando que eles estão tentando resolver a crise no meu país", afirmou o representante se pronunciando no sábado (9) em sessão do Conselho da Segurança da ONU.

    Segundo Jaafari, os países mencionados realizam campanhas diplomáticas e de mídia "promovendo mentirosamente a ideia de que na Síria se vive uma confrontação entre a chamada oposição armada moderada e as forças do governo". Entretanto, eles “ignoram completamente o fato de que, por causa de sua política, as vidas de centenas de milhares de sírios inocentes estão ameaçadas”.

    Representante permanente da Rússia na ONU, Vitaly Churkin
    © AFP 2018 / EDUARDO MUNOZ ALVAREZ
    O representante permanente da Síria apelou ao esclarecimento da estratégia da coalizão liderada pelos EUA. Ele mencionou os ataques contra o exército sírio perto do aeródromo de Deir ez-Zor que, segundo o comando norte-americano, foram realizados por engano.

    "Agora chegou o momento de esclarecer completamente a estratégia desta coalizão chefiada pelos EUA, de esclarecer as repetições sistemáticas do mesmo erro. Claro que isso é uma linha de comportamento, isso é intencional", destacou ele.

    Na sequência do ataque aéreo perto de Deir ez-Zor, em 17 de setembro foram mortos 62 militares sírios, 100 ficaram feridos e 20 unidades de equipamento militar foram danificadas.

    Mais:

    EUA e Grã-Bretanha deixam sessão durante discurso do representante sírio na ONU
    'Nós não bombardeamos civis', garante embaixador sírio na ONU
    Tags:
    Conselho de Segurança da ONU, Bashar Jaafari, França, Grã-Bretanha, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik