06:18 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ensaio da Parada da Vitória na base aérea russa de Hmeymim, Síria

    Rússia: é preciso proteger militares russos na Síria contra 'erros' americanos

    © Sputnik/ Maksim Blinov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3375

    O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, disse que Moscou precisa assegurar a segurança das suas forças na Síria.

    "Agora somente precisamos assegurar a segurança dos nossos militares, da Força Aeroespacial e do nosso posto de manutenção técnica no porto de Tartus em uma situação que ainda é grave", disse o ministro russo durante o encontro com seu homólogo francês, Jean-Marc Ayrault.

    Entretanto, o representante do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, disse que a Rússia fez todo o possível para proteger seus militares depois de ataques "por engano" dos EUA contra as tropas sírias.

    "Quero chamar a atenção das 'cabeças quentes' para que, depois dos ataques de 17 de setembro dos aviões da coalizão contra as tropas sírias em Deir ez-Zor, nós tomamos todas as medidas necessárias para evitar tais 'erros' em relação a militares ou instalações militares russas na Síria", disse.

    Na sequência do ataque aéreo perto de Deir ez-Zor foram mortos 62 militares sírios, 100 ficaram feridos e 20 unidades de equipamento militar foram danificadas.

    Anteriormente, o chefe do Centro Russo de Reconciliação na Síria, Vladimir Savchenko, informou que às 17h00 (11h00 na hora de Brasília) dois aviões F-16, dois aviões A-10 e um veículo aéreo não tripulado da Força Aérea dos EUA realizaram ataques contra posições chave da defesa do exército sírio perto de Deir ez-Zor. Os ataques pararam às 17.50 (11h50). Os Estados Unidos reconheceram que a coalizão realizou ataques aéreos contra o exército sírio perto de Deir ez-Zor, afirmando que tinham informado a Rússia sobre o fato com antecedência e que pararam de atacar após saberem que aí poderiam se encontrar militares sírios. A chancelaria russa desmentiu esta afirmação dos militares norte-americanos

    Mais:

    Rússia envia terceiro navio para o litoral da Síria
    Um ano da operação russa na Síria permitiu estabilizar situação no país
    Rússia leva 40 toneladas de ajuda humanitária da Armênia à Síria
    Zakharova: Rússia e EUA ainda possuem meios de evitar conflito direto na Síria
    Tags:
    ataque, segurança, proteção, S-300, EUA, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik