13:50 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Um dos bairros da cidade de Aleppo, 1 de outubro de 2016

    Militantes atacam bairro de Aleppo onde vivem representantes da ONU

    © Sputnik/ Michael Alaeddin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 04

    O bairro onde estão instalados representantes da ONU e jornalistas estrangeiros foi sujeito a um ataque de morteiros por parte dos terroristas. Felizmente, ninguém ficou ferido.

    O anúncio foi feito pelo comandante de um posto de controle do exército sírio, Majid Ezeddin, à agência RIA Novosti.

    Segundo informou o interlocutor da agência, no ataque, que ocorreu na quarta-feira (05) à noite, foram usados quatro botijões de gás que foram armadilhados com estilhaços.

    Segundo as informações, no bairro que foi atacado por militantes residem jornalistas dos canais televisivos russos e da mídia estrangeira.

    Os terroristas disparam diariamente contra bairros residenciais de Aleppo. Durante a última semana 25 civis foram mortos na sequência desses ataques.

    A ONU estima que 275.000 pessoas estejam sitiadas em Aleppo oriental. O oeste da cidade, por outro lado, é controlado pelo governo e continua recebendo suprimentos de ajuda humanitária.

    No total, existem atualmente 18 áreas sitiadas na Síria, de acordo com as estimativas da ONU.

    Mais:

    UE e Rússia se comprometem a fazer o possível para ajudar Aleppo
    UE anuncia iniciativa humanitária de emergência Aleppo
    Tags:
    botijões de gás, morteiros, ajuda humanitária, jornalistas, ataque, Ria Novosti, ONU, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik