12:42 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Região controlada por rebeldes em Aleppo - foto de 29 de julho de 2016

    Sem saída: Aleppo oriental está oficialmente sitiada

    © AFP 2019 / KARAM AL-MASRI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    640

    A região leste de Aleppo, controlada por rebeldes sírios, foi oficialmente declarada uma "área sitiada", após meses de ofensiva do governo e de falta de acesso para profissionais humanitários, segundo declarou a ONU nesta quarta-feira (5).

    O porta-voz do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), Jens Laerke, disse que o leste de Aleppo agora apresenta todos os três critérios utilizados para definir uma região como "sitiada": cerco militar, falta de acesso à ajuda humanitária e falta de liberdade de circulação para os civis.

    A ONU estima que 275.000 pessoas estejam sitiadas em Aleppo oriental, acrescentou Laerke. O oeste da cidade, por outro lado, é controlado pelo governo e continua a receber suprimentos de ajuda humanitária.

    No total, existem atualmente 18 áreas sitiadas na Síria, de acordo com a ONU.

    Mais:

    Insurgentes de Aleppo ganham chance de sair com garantias de segurança
    Países do Golfo pedem intervenção da ONU em Aleppo
    Extremistas seguem bombardeando casas e mesquitas em Aleppo
    Defesa russa: terroristas planejam ataque químico em Aleppo
    Dois maiores hospitais de Aleppo bombardeados; Ban Ki-moon fala em 'crimes de guerra'
    Tags:
    leste, cerco militar, ajuda humanitária, sitiada, cidades sitiadas, OCHA, ONU, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar