02:17 17 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    791036
    Nos siga no

    John Kerry admite a possibilidade de participação de Bashar Assad nas eleições sírias e destaca o papel da Rússia na situação síria.

    A administração dos Estados Unidos começou a considerar novas variantes de ações relativamente à situação na Síria após rompimento do regime de cessar-fogo. Esta foi a declaração feita ainda em 22 de setembro pelo secretário de Estado americano John Kerry no âmbito da Assembleia Geral da ONU em Nova York.

    O jornal The New York Times publicou na tarde da sexta-feira (30) trechos do áudio do discurso.

    Segundo a publicação, o áudio foi gravado durante um encontro do chefe da diplomacia americana com duas dezenas de representantes de organizações humanitárias sírias, além de diplomatas de três ou quatro países.

    A partir desta, é claro que Kerry considera que a diplomacia russa tem posições muito fortes na Síria e tem apoio do governo sírio para realização de operações militares na região. É por esta razão que Washington agora é obrigado a coordenar suas ações e considerar mais atentamente o uso da sua força militar.

    Além disso, Kerry fez lembrar que inicialmente a Rússia foi convidada oficialmente para prestar ajuda militar ao governo de Bashar Assad, e os EUA nunca recebiam nada semelhante a um convite.

    Famoso crítico do presidente sírio, John Kerry admitiu a possibilidade, e partilhou mesmo de seu ponto de vista, que Assad deve participar das eleições presidenciais. Enquanto isso, a posição oficial de Barack Obama continua sendo a exclusão dessa possibilidade — a Casa Branca tem sublinhado todo o tempo a necessidade de demissão do líder sírio.

    O jornal informou que os participantes do encontro saíram deprimidos, convencidos que não podem contar mais com o apoio da Casa Branca.

    O representante oficial do Departamento de Estado John Kirby negou comentar a reunião, dizendo que ela era privada. A entidade também negou o pedido apresentado pela Reuters para comentar a informação.

    Tags:
    combate ao terrorismo, diplomacia, John Kerry, Síria, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar