07:47 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Combatentes do Exército Livre da Síria caminham armados na cidade de Deraa

    Exército Livre da Síria não quer americanos participando de operações no território sírio

    © REUTERS / Alaa Al-Faqir
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9172

    De acordo com informação obtida pela Sputnik Turquia de fontes no comando do Exército Livre da Síria, um grupo de soldados americanos que chegou ao povoado de Mare, no sul de Azaz, no âmbito da operação de liberação de Al-Bab, enfrentou uma onda de protestos por parte do batalhão Frente de Damasco, que faz parte do Exército Livre da Síria (ELS).

    Segundo informa a Sputnik Turquia, cerca de 100 militares do ELS realizaram uma ação de protesto contra a participação da operação. O protesto foi acompanhado de queima das bandeiras dos EUA e de gritos "Fora da Síria, americanos infiéis!", "Allahu Akbar!".

    Ebu Velid, comandante do destacamento da Frente de Damasco em Mare, no decurso da ação de protesto se apresentou com uma declaração em que sublinhou que os militares do destacamento não querem a participação dos militares americanos em território sírio e não vão realizar com eles operações conjuntas, uma vez que "não desejam se tornar tão infiéis como eles são". O comandante do ELS enfatizou que os soldados americanos tencionam com suas ações levar a operação Escudo do Eufrates para um impasse.

    Anteriormente os militares do ELS realizaram uma ação de protesto na área do povoado de Al-Rai. Ao enfrentar a reação forte dos militares sírios, os soldados dos EUA tiveram que contar com ajuda dos militares turcos. Logo depois, vários grupos oposicionistas armados, que fazem parte do ESL, declararam da sua saída da operação Escudo do Eufrates, explicando isso com sua rejeição da presença dos militares americanos em território sírio.

    Mais:

    'Obama realmente queria ver progressos na Síria'
    'Forças nacionais' do Exército Livre da Síria podem servir de escudo para terroristas
    Força Aérea síria bombardeia terroristas em Aleppo
    'Participação russa da luta contra terrorismo na Síria evitou desintegração do país'
    Tags:
    operação, participação, protesto, Exército Livre da Síria, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik