16:30 22 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Parte velha da cidade de Aleppo, Síria, setembro de 2016

    'Agora tudo depende da Rússia, Irã e Síria'

    © Sputnik/ Mikhail Alaeddin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Um ano da operação russa na Síria (24)
    19643

    A normalização da situação na Síria depois dos "jogos de bastidores" dos EUA só é possível através do reforço da coalizão composta pela Rússia, o Irã e a Síria, afirmou o deputado da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo), Aleksandr Yuschenko, que recentemente visitou a Síria com uma delegação de parlamentares russos.

    "Nestas circunstâncias, é necessário reforçar a coalizão Rússia-Irã-Síria, que demonstra ações reais contra o terrorismo. Neste caso é possível preservar o que já foi atingido na Síria e forçar os norte-americanos a desistir das suas ações de bastidores", disse Yuschenko à agência RIA Novosti.

    Na sua opinião, a política dos EUA em relação à crise síria nunca mudou muito: ela passa pela "imposição do caos, a divisão do país e a mudança do poder". Somente o fato de a Rússia assumir e realizar as suas responsabilidades "irá tornar cada vez mais patente a política dúplice dos EUA".

    No domingo (25), o representante permanente da Rússia na ONU, Vitaly Churkin, declarou que o alcance da paz na Síria se tornou uma tarefa praticamente impossível porque no país atuam centenas de grupos armados e o seu território é bombardeado por "por qualquer um que se sente no direito de fazê-lo". Depois da reunião do Conselho de Segurança da ONU, Churkin destacou que o acordo entre a Rússia e os EUA sobre a Síria não está suspenso, mas, se Washington continuar alterando a sua posição, será difícil implementar um sério processo de paz.

    Tema:
    Um ano da operação russa na Síria (24)

    Mais:

    EUA e Grã-Bretanha deixam sessão durante discurso do representante sírio na ONU
    Síria tem 21 violações do cessar-fogo nas últimas 24 horas
    Ban Ki-Moon: Conflito em Aleppo é o mais intenso de toda a guerra na Síria
    Tags:
    opinião, deputado, conflito, normalização, coalizão, Irã, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik