11:34 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Avião da Força Aérea síria na base aérea da Síria na província de Homs, Síria, 21 de fevereiro de 2016

    Lavrov: aviação síria não podia ter alvejado comboio humanitário

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    13172

    A aviação síria não podia ter atacado o comboio humanitário perto de Aleppo porque não está autorizada a realizar missões à noite, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    Segundo afirmaram os EUA, o ataque pode ter sido realizado pelas tropas governamentais ou pela aviação russa. Ao mesmo tempo, Washington afirmou que a responsabilidade pelo ataque, em todos os casos, é de Moscou.

    Mais cedo o porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov disse que as acusações em relação a Damasco ou Moscou são infundadas.

    "Os nossos militares já fizeram uma declaração de que a nossa aviação não realizava missões naquela zona. Não foi a aviação síria porque o ataque contra o comboio ocorreu durante a noite e a Força Aérea da Síria não realiza missões neste período do dia, não têm tais capacidades. O ataque foi realizado quando o comboio estava sendo descarregado já no leste de Aleppo", declarou Lavrov em entrevista ao canal russo Rossiya 1.

    Há que lembrar que, na noite de segunda para terça-feira (20), o comboio humanitário do Crescente Vermelho Árabe Sírio e de organizações humanitárias da ONU foi atacado perto da cidade de Aleppo. A passagem da coluna foi coordenada com Damasco e a oposição armada. O Comitê Internacional da Cruz Vermelha informou sobre a morte de um dos funcionários do Crescente Vermelho e pelo menos de 20 civis.

    Tendo estudado as gravações do local do ataque, os militares russos declararam não ter identificado  o projétil que alvejou a coluna. O vídeo mostra somente os vestígios do fogo, que coincidiu com o começo da ofensiva da Frente al-Nusra contra Aleppo.

    Mais:

    FICR esclarece número de vítimas no comboio humanitário atacado em Aleppo
    Ministério da Defesa da Rússia: nem aviões russos, nem sírios atacaram comboio humanitário
    EUA revisarão cooperação com a Rússia na Síria após bombardeio de comboio humanitário
    Tags:
    comboio, ataque, aviação, Sergei Lavrov, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik