15:44 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Míssil superfície-ar Hawk é lançado durante os exercícios militares no Irã

    200 cargas nucleares de Israel contra programa nuclear pacífico do Irã

    © AFP 2018 / ISNA/ AMIN KHOROSHAHI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    151248

    Israel tem em sua disposição 200 cargas nucleares. Sobre isso foi discutido em mensagens privadas do ex-secretário do Estado dos EUA, Colin Powell. Suas mensagens foram publicadas no dia 16 de setembro pela edição The Independent.

    "Em todo caso, os iranianos não podem usar sua bomba. O Teerã sabe que Israel tem 200 cargas, todas apontadas para o Irã, já nós, temos milhares delas. Como disse Mahmoud Ahmadinejad [presidente do Irã de 2005 a 2013]: 'O que fazer [com este bomba]? Poli-la?'", escreveu Powell em uma de suas mensagens.

    Em meados de julho de 2015, Teerã e seis mediadores internacionais (EUA, Rússia, China, Grã Bretanha, França e Alemanha) chegaram a um acordo sobre o programa nuclear do Teerã. O país foi obrigado a transformar a usina nuclear de Fordo em um centro tecnológico e também a transformar o reator nuclear, localizado na cidade de Arak, sendo obrigado a retirar do país todo o combustível utilizado pelo reator. Israel não apoiou tal decisão.

    O analista político e especialista em questões do Oriente Médio, Sabbah Zanganeh, disse à Sputnik Persa que as armas nucleares do Irã são responsáveis pela tensão na região.

    O especialista destacou que a situação faz parte da política de padrões duplos dos EUA:

    "Os americanos sabem claramente que o programa nuclear do Irã tinha e tem caráter pacífico e nunca ameaçou quaisquer países ou povos. Eles sabem que o Irã é contra a utilização de armas nucleares, por razões religiosas e morais. O Irã nunca tomou a direção que leva à produção de armas de destruição em massa."

    "Ao mesmo tempo, Israel que sempre recebeu apoio dos EUA em todas as áreas, constantemente ameaça os países da região, provocando conflitos militares e iniciando guerras contra o Egito, Síria, Líbano, Palestina e Jordânia."

    Devido ao apoio recebido pelos EUA, Israel possui armas de destruição em massa, destacou o especialista. Os EUA, sendo cúmplices dos israelenses, devem assumir total responsabilidade pelos acontecimentos na região, concluiu Sabbah Zanganeh.

    Mais:

    Irã e Rússia lançam projeto de construção da usina nuclear Bushehr 2
    AIEA: Irã cumpre compromissos assumidos em acordo nuclear com potências internacionais
    Rússia continuará a ajudar o Irã a desenvolver seu programa nuclear
    Tags:
    padrões duplos, armas de destruição em massa, programa nuclear iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, Colin Powell, Irã, Israel, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik