13:51 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    19261
    Nos siga no

    Os EUA não querem revelar o acordo porque ficará claro quem não o cumpre, declarou o presidente da Rússia.

    "Aparentemente não o querem revelar apenas porque, para a comunidade internacional, para os americanos e russos, ficará claro quem na verdade não cumpre os acordos", disse Putin aos jornalistas.

    O líder russo destacou que, apesar de os parceiros americanos sempre defenderem os princípios de honestidade e transparência, agora parece terem abandonado estes princípios.

    "Explico porquê. Isto está relacionado com as dificuldades enfrentadas pelos Estados Unidos na Síria. Estas dificuldades consistem em que eles não conseguem separar a chamada oposição 'moderada' dos elementos semicriminosos e terroristas", acrescentou o presidente russo.

    Vladimir Putin sublinhou que a Rússia e os EUA têm objetivos comuns na Síria: atingir a paz, combater o terrorismo internacional.

    "Queria muito que fôssemos honestos uns com os outros, apenas neste caso poderemos seguir na direção de realização de objetivos comuns <…>", ressaltou Putin.

    Ele frisou que, tal como foi acordado entre as partes, a Rússia não vai revelar os detalhes dos documentos em vigor até obter a concordância dos parceiros americanos. O líder russo destacou que encara a situação de modo positivo e expressou a vontade de que a administração norte-americana cumpra os seus compromissos.

    Mais:

    'Obama e Putin têm o mesmo objetivo de enfraquecer EUA'
    Putin e Obama se dispõem a aumentar coordenação militar na Síria
    Obama precisa de ajuda de Putin para atingir o sucesso
    Tags:
    relações diplomáticas, cessar-fogo, acordo de paz, Vladimir Putin, Rússia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar