10:40 21 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0123
    Nos siga no

    O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, chamou a atenção do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, dizendo ser inaceitável a declaração do premier de que aqueles que se opõem aos assentamentos israelenses na Palestina seriam favoráveis ao uma limpeza étnica.

    Netanyahu acusou os palestinos de tentarem estabelecer um Estado sem judeus, e declarou em um vídeo divulgado na última semana que isso poderia ser descrito como uma tentativa de limpeza étnica. 

    "Eu estou perturbado por uma recente declaração do primeiro-ministro de Israel, que retratou os opositores à expansão dos assentamentos como defensores de limpeza étnica", disse Ban ao Conselho de Segurança da ONU durante uma reunião sobre o histórico conflito no Oriente Médio. "Isso é inaceitável e ultrajante".  

    De acordo com o secretário, a política israelense de estabelecer construções em áreas demarcadas para o futuro Estado da Palestina é completamente ilegal. 

    "Deixe-me ser absolutamente claro: os assentamentos são ilegais de acordo com o direito internacional. A ocupação, sufocante e opressiva, precisa acabar", acrescentou.

    Mais:

    Israel ataca posições da artilharia síria
    Síria apela à ONU acusando Israel de agressão
    EUA e Israel negociam acordo multibilionário de cooperação militar
    Tags:
    Israel, Palestina, Oriente Médio, Ban Ki-moon, Benjamin Netanyahu, ONU, Conselho de Segurança da ONU, assentamentos, ocupação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar