07:56 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    General Valery Gerasimov, comandante do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.

    Estado-Maior russo defende extensão de 48h do cessar-fogo na Síria

    © Sputnik/ Ilya Pitalev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 41

    A Rússia quer estender o cessar-fogo nacional na Síria por mais 48 horas, segundo anunciou o Estado-Maior russo nesta quarta-feira (14).

    Moscou "apela pela extensão por 48 horas do regime de cessação das hostilidades na totalidade do território sírio" disse o tenente-general Viktor Poznikhir, primeiro vice-chefe do principal departamento operacional do Estado-Maior russo, em entrevista coletiva.

    Segundo o oficial, o acordo de cessar-fogo não foi totalmente implementado.

    "Nesta manhã, o número total de violações por militantes aumentou para 60 (…). Também observamos que alguns grupos armados controlados pelos Estados Unidos, como o Ahrar al-Sham, anunciaram diretamente a sua indisposição para cessar as hostilidades. O maior número de violações está ligado a esses grupos", acrescentou Poznikhir.

    As tropas do governo sírio não estão retaliando, observou ainda o oficial russo.

    Os EUA e a Rússia chegaram a um acordo na semana passada para instaurar um regime de trégua nacional na Síria e preparar o terreno para uma transição política no país. 

    Mais:

    Rússia registra mais violações a novo acordo de cessar-fogo na Síria
    Recusa de cumprir o cessar-fogo na Síria desafia esforços da Rússia e EUA
    Opinião: Quer haja ou não sucesso do cessar-fogo na Síria, Putin ganha sempre
    Coalizão liderada pelos EUA fala em novas vítimas civis na Síria
    Tags:
    violações, 48 horas, extensão, cessar-fogo, acordo, Ahrar al-Sham, Estado-Maior, Viktor Poznikhir, EUA, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik