07:07 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Missão 'Mulheres rumo a Gaza'

    De Barcelona a Gaza: flotilha das mulheres luta contra bloqueio israelense

    © Foto: Rumbo a Gaza / Pablo Miranzo
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1432

    Em 14 de setembro, a flotilha, composta por mulheres, começa sua viagem do porto de Barcelona para a Faixa de Gaza. A Sputnik Mundo falou com duas membros da organização ‘Mulheres rumo a Gaza’ (Women’s Boat to Gaza), que visa quebrar o bloqueio naval do território palestino por Israel.

    Jaldía Abubakra nasceu em uma família palestina em Bersebá, que é agora território israelense, e viveu 30 anos em Madrid. Ela é uma das tripulantes da flotilha 'Mulheres rumo a Gaza', e com sua participação na campanha ela quer mostrar sua "solidariedade com a população de Gaza, sobretudo as mulheres".

    "Vamos acordar as consciências de toda a humanidade para chamar a atenção e denunciar o bloqueio criminoso da Faixa de Gaza, que já dura quase 10 anos", disse Jaldía à Sputnik Mundo.

    As ativistas navegarão para Gaza em dois veleiros, chamados Amal (Esperança) e Zaytuna (Azeitona). Estas embarcações farão parte da flotilha que procura romper o bloqueio de Gaza. Ao mesmo tempo, as participantes da campanha entendem as dificuldades que a flotilha terá de enfrentar.

    ​Chamberlain, uma israelense que vive na Andaluzia, em Espanha, se juntou à ação em 2011, quando navegou para Atenas no "Gernika", um barco espanhol que participou da Segunda Flotilha da Liberdade. A coordenadora disse à Sputnik que o principal objetivo da iniciativa é enviar uma "mensagem de solidariedade e apoio às mulheres palestinas, que estão lutando contra a ocupação de seu povo".

    A israelense está há décadas comprometida com a defesa do povo palestino e diz que "se autorizarem nossa chegada à Faixa de Gaza, será uma grande alegria para as pessoas que vivem em bloqueio ilegal e desumano. Ao mesmo tempo, Israel não será prejudicado com isso".

    ​As tripulações dos dois barcos são compostas exclusivamente por mulheres: desde as tripulações dos veleiros às jornalistas que acompanham a flotilha para cobrir o evento – a bordo do Amal e do Zaytuna não haverá nenhum homem.

    Mulheres palestinianas protestam em frente da Cúpula de Rocha em Jerusalém Oriental, 27 de setembro de 2015
    © AFP 2017/ AHMAD GHARABLI
    Mulheres palestinianas protestam em frente da Cúpula de Rocha em Jerusalém Oriental, 27 de setembro de 2015
    A campanha 'Mulheres rumo a Gaza' é uma iniciativa da Coalizão Internacional da Flotilha da Liberdade, fundada em 2010. A Flotilha da Liberdade está lutando contra o bloqueio à Faixa de Gaza e realizou numerosas ações de solidariedade com a Palestina. Os ativistas sublinham que suas ações contra o bloqueio são sempre baseadas nos princípios da não-violência e da resistência pacífica.

    Mais:

    Palestina é a primeira do mundo árabe a assinar Declaração sobre Liberdade de Imprensa
    Palestina confirma conferência sobre conflito com Israel
    Palestina: mundo precisa ver que Israel rejeita iniciativa de paz
    Tags:
    mulheres, Flotilha da Liberdade, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik