13:48 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Militares russos na base aérea Hmeymim na Síria

    Militar russo fica sob fogo na Síria durante videoconferência com Moscou

    © Sputnik/ Maksim Blinov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 110504

    O relatório do representante russo no Centro para a Reconciliação na Síria russo, tenente-coronel Sergei Kopitsyn, foi interrompido por algum tempo por causa de fogo dos militantes lançado na direção da rodovia Castello que liga as partes leste e oeste de Aleppo.

    A transmissão do relatório era realizada pelo canal televisivo russo Rossiya 24. No início do relatório foram registrados tiros, foi aberto fogo contra a rodovia.

    O segundo comandante do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, coronel-general Viktor Poznikhir, que moderava a transmissão ordenou a tomada de medidas de segurança.

    O relatório se reiniciou depois de alguns minutos.

    Às vésperas, na Síria entrou em vigor o plano acordado pelo ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

    Ele inclui um cessar-fogo de 7 dias a partir de 12 de setembro. Está planejado que esta pausa seja transformada em um cessar-fogo permanente.

    Mais:

    Síria apela à ONU acusando Israel de agressão
    EUA veem 'desafios' na condução de ataques aéreos conjuntos com a Rússia na Síria
    As 5 maiores perguntas sobre o futuro da Síria
    Tags:
    incidente, fogo, militar, Aleppo, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik