13:51 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Forças líbias leais ao governo apoiado pela ONU se preparam para tomar prédios universitários durante uma batalha contra militantes do Daesh em Sirte, Líbia, 10 de agosto, 2016.

    EUA bombardeiam três posições do Daesh perto da cidade líbia de Sirte

    © REUTERS/ Stringer
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 31201

    Ataques aéreos dos EUA em apoio ao Governo de Acordo Nacional da Líbia alvejaram três posições de combate do grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico) e dois veículos perto da cidade de Sirte na segunda-feira (12), segundo informou hoje (13) o Comando Central dos EUA na África (AFRICOM).

    "Isto (…) eleva o número total de ataques aéreos em apoio à operação Odyssey Lightning [contra o Daesh na Líbia], que começou em 1º de agosto, a 146", destaca o comunicado desta terça-feira.

    Além das três posições de combate, os ataques aéreos atingiram veículo do Daesh e um veículo de abastecimento, observou ainda o AFRICOM.

    A divisão militar norte-americana argumenta que os ataques aéreos ajudarão a impedir que os jihadistas do Daesh tenham um refúgio seguro na Líbia a partir do qual pudesse atacar os EUA e seus aliados.

    Em agosto, um porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA disse à Sputnik que os ataques aéreos na Líbia haviam reduzido a capacidade do Daesh de atacar as forças terrestres do governo líbio, devido à destruição de armas pesadas, posições de combate e veículos explosivos improvisados do grupo terrorista.

    O Daesh ganhou terreno na Líbia em meio à crise política que tomou o país após a derrubada do líder Muammar Khaddafi pela OTAN em 2011.

    Mais:

    Últimas armas químicas da Líbia chegam à Alemanha para serem destruídas
    Grupo de jornalistas do canal russo RT ficou sob fogo na Líbia (VÍDEO)
    Itália e Líbia fecham acordo sobre medidas contra crise migratória
    'Começou a última batalha em Sirte': Líbia desaloja Daesh
    Tags:
    bombardeios, ataques aéreos, operação Odyssey Lightning, Estado Islâmico, Daesh, AFRICOM, Muammar Khaddafi, EUA, Sirte, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik