16:33 17 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército sírio da parte de Aleppo libertada dos terroristas, Síria, 5 de setembro de 2016

    Ministério da Defesa da Rússia: Cessar-fogo na Síria começa às 13h00 (Brasília)

    © Sputnik / Mikhail Alaeddin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6193

    O acordo sobre cessar-fogo que foi atingido pela Rússia e pelos EUA tem início hoje (12) às 13h00 (horário de Brasília).

    "Conforme os acordos correspondentes, hoje às 19h00 (horário de Moscou, às 13h00, horário de Brasília) se reinicia o cessar-fogo em todo o território da República Árabe da Síria. Para assegurá-lo a parte russa já realizou todos os trabalhos necessários", disse o chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior do Exército russo, Sergei Rudskoy.

    Rudskoy lembrou que em 9 de setembro de 2016, em Genebra, a Rússia e os EUA atingiram um acordo para o restabelecimento do cessar-fogo e prestação de ajuda humanitária à cidade síria de Aleppo.

    "O Ministério da Defesa russo continua organizando o diálogo entre as partes do conflito sírio. Agora cada vez mais povoações e unidades da oposição síria se envolvem [neste processo]", afirmou o militar russo.

    Ao mesmo tempo, o acordo atingido prevê a continuação da luta antiterrorista na Síria.

    "A Força Aeroespacial russa continuará atacando posições dos terroristas em território sírio. Para definir os alvos de ataques, as partes russa e norte-americana criarão um Centro de Ação Conjunto que permitirá coordenar os ataques da Força Aeroespacial russa e da aviação da coalizão liderada pelos EUA", disse Rudskoy.

    A parte síria confirmou seu consentimento em cumprir o acordo, sem quaisquer exceções, para estabilizar a situação na Síria.

    Na sexta-feira (9), o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, anunciaram o plano destinado a reduzir a violência na Síria que inclui um cessar-fogo de 7 dias e que deve se tornar permanente.

    O acordo prevê a criação de uma zona desmilitarizada ao redor da cidade síria de Aleppo, bem como a cooperação estreita entre a Rússia e os EUA para realizar ataques contra a Frente al-Nusra e o Daesh (proibido na Rússia).

    Mais:

    Combatentes curdos do YPG celebram acordo mediado por Rússia e EUA na Síria
    Militares russos entregam 12 toneladas de ajuda humanitária na Síria
    Rússia registra seis violações do regime de cessar-fogo na Síria
    Clinton quer intensificar operação aérea dos EUA na Síria
    Teerã espera que trégua síria não sirva para 'fornecimento de armas aos militantes'
    Tags:
    acordo, terroristas, cessar-fogo, Sergei Rudskoy, Rússia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar