16:08 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Sapadores-mineiros do exército da Síria (foto de arquivo)

    Teerã espera que trégua síria não sirva para 'fornecimento de armas aos militantes'

    © Sputnik/ Andrey Stenin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    171590182

    Teerã espera que o cessar-fogo na Síria, acordado entre Rússia e EUA, não se torne "uma oportunidade para a transferência de militantes ou para o envio de armas aos terroristas", disse no domingo o porta-voz do Ministério do Exterior do Irã.

    Teerã saúda o acordo de cessar-fogo na Síria que foi alcançado pela Rússia e os Estados Unidos, disse Bahram Qasemi.

    Na sexta-feira, o chanceler russo Sergei Lavrov e o secretário de Estado dos EUA John Kerry anunciaram um novo plano destinado a reduzir a violência na Síria e que prevê um novo cessar-fogo em todo o país a partir de 12 de setembro.

    "O Irã saúda o acordo de cessar-fogo que irá ajudar a fornecer ajuda aos sírios", afirmou Bahram Qasemi.

    Ele acrescentou que, tendo em conta a "experiência do passado", o cessar-fogo deve ser garantido pelos seus participantes e não se tornar "uma oportunidade para a transferência de militantes ou para o envio de armas aos terroristas".

    Qasemi sublinhou que a luta contra o terrorismo deve continuar mesmo durante o regime de cessar-fogo.

    Mais:

    Irã espera que Turquia mude de posição sobre Síria
    Irã disposto a ajudar a Rússia na Síria
    Diplomatas de Rússia e Irã discutem crises saudita e síria
    Tags:
    armas, fornecimento, cessar-fogo, trégua, Bahram Qasemi, John Kerry, Sergei Lavrov, Irã, EUA, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik