18:15 18 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    Os militantes do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia) ameaçam fazer malograr a cúpula da OTAN em Bruxelas, onde será discutida a questão da ajuda ao Afeganistão para lutar contra o extremismo.

    O segundo vice-presidente do Afeganistão Sorur Dainish comenta a situação à Sputnik Dari:

    ***

    Os militantes do Talibã desesperaram realizando ataques frontais contra as forças da segurança do Afeganistão. Eles sofrem cada vez mais derrotas e querem mudar de tática. Eles querem assustar a população afegã realizando ataques terroristas em instalações militares e civis.

    O inimigo enfrentou a resistência encarniçada das forças da segurança do Afeganistão. O inimigo está exasperado, é terrível e quer se desforrar nos civis.

    Os nossos inimigos no território do país e fora do território têm como fim minar o trabalho do governo na área de modernização da política nacional interna e externa. Estamos na mira dos terroristas nas vésperas da cúpula de OTAN em Bruxelas e que é muito importante para o Afeganistão. Os militantes tentarão fazê-la malograr realizando uma série de atentados no território do nosso país. Estamos convencidos que os esforços dos terroristas serão em vão se o nosso trabalho continuar.

    Agora, a sociedade afegã enfrenta problemas mais graves que o terrorismo. Entre eles estão os desacordos religiosos e tribais. Nossos inimigos usam isso tentando acender estes conflitos e minar a unidade do povo afegão atuando tanto dentro como fora do Afeganistão.

    Mais:

    Talibã paquistanês reivindica ataque que massacrou 70 pessoas em hospital de Quetta
    Talibã sequestra tripulação de helicóptero Mi-17, incluindo um russo
    Afeganistão pediu à Rússia helicópteros Mi-35 de graça para combater Daesh e Talibã
    Tags:
    extremismo, atentado, ameaça, Cúpula da OTAN, Talibã, OTAN, Bruxelas, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar