19:19 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente norte-americano Barack Obama fala com o presidente turco Recep Tayyip Erdogan durante o encontro bilateral nas margems da cúpula do G20 em Antália, Turquia, 15 de novembro de 2015

    Erdogan: 'nenhum problema' com operação conjunta com EUA

    © AFP 2017/ YASIN BULBUL / POOL
    Oriente Médio e África
    URL curta
    314

    Ancara está disposta a aceitar a proposta de Washington sobre a operação conjunta de libertação da cidade síria Raqqa de jihadistas do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia), declarou o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

    "Raqqa é um centro maior do Daesh. O presidente Obama me disse que queria fazer algo em conjunto conosco com Raqqa. Dissemos que para nós não há nenhum problema. Nós propusemos aos nossos militares que se reunirem e discutirem a questão de como fazê-lo", disse Erdogan a jornalistas durante voo de volta da cúpula do G20, realizada na cidade chinês de Hangzhou. As palavras do líder turco são citadas pelo jornal Hurriyet.

    Erdogan acrescentou que a Turquia "deve mostrar que está presente na região" e não tem o direito de "dar um passo atrás".

    O presidente também observou que Ancara não experimenta problemas com Washington na realização de operações no norte da Síria. Em 24 de agosto exército turco lançou a operação Escudo de Eufrates, durante a qual foi libertada a cidade de Jarablus. Enquanto isso, Ancara continua a operação contra os curdos sírios.

    Raqqa está sob controle de terroristas desde 2013. Jihadistas criaram lá órgãos de administração de califado e declararam a cidade do seu "capital".

    O assédio em Raqqa é realizado pelas chamadas Forças Democratas da Síria, integradas principalmente pelas tropas irregulares curdas YPG eles têm suporte aérea da coalizão internacional.

    Mais:

    EUA querem acelerar operação para expulsar Daesh da cidade síria de Raqqa
    Seis bombardeiros russos Tu-22M3 atacam Daesh perto de Raqqa
    Erdogan explica porque Obama e Putin o desapontaram
    Obama e Erdogan discutem Síria e combate ao Daesh
    Tags:
    operação militar, cooperação militar, Recep Tayyip Erdogan, Barack Obama, Turquia, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik